Um olhar pedagógico sobre a Metodologia da Flexge

Conheça a metodologia do Material Didático da Flexge e saiba mais sobre aprendizagem ativa, ensino híbrido e gamificação!

Um olhar pedagógico sobre a Metodologia da Flexge

A fim de proporcionar uma melhor experiência para professores e alunos de inglês da Nova Era e aprimorar o processo de ensino-aprendizagem da língua por meio da tecnologia, a Flexge desenvolveu um Material Didático 100% Digital.

Nosso material foi pensado para o novo perfil de alunos, que vive intercalando entre o mundo físico e o digital. Por isso, conta com muitos recursos audiovisuais, milhares de exercícios online e áudios gravados por falantes nativos da língua inglesa.

Mas como um aluno que utiliza a Flexge aprende? Qual é a Metodologia por trás desse material? É o que você vai descobrir neste artigo. Vamos lá?

A Metodologia do Material Didático Digital da Flexge
Metodologias Ativas: o aluno no centro do processo
Ensino Híbrido: significado e aplicação
Gamificação: estratégia de engajamento

A Metodologia do Material Didático Digital da Flexge

O Material Didático Digital da Flexge conta com uma proposta pedagógica baseada em 6 princípios:

1. Abordagem natural
2. Instrução baseada em conteúdos
3. Aprendizagem ativa
4. Abordagem das 4 habilidades linguísticas
5. Aprendizagem individualizada
6. Filosofia Just in time

Para saber mais sobre os princípios, você pode clicar aqui.

A solução desenvolvida pela Flexge possibilita o Ensino Híbrido, fomenta a Aprendizagem Ativa e contém ferramentas de Gamificação, como você vai descobrir neste artigo. Pode-se dizer que esses três elementos são os pilares do nosso Material Didático Digital.

Para entender mais sobre esses conceitos e como aplicamos eles no ensino de inglês, continue lendo!

Metodologias Ativas: o aluno no centro do processo

As Metodologias Ativas de Ensino implicam em uma mudança de mentalidade. Isso porque nesta abordagem, afasta-se da ideia de que o professor ensina e o aluno aprende.

Na aprendizagem ativa, o aluno deixa de ser mero receptor de informações, participando ativamente no processo de aquisição do conhecimento.

Se compararmos com as abordagens mais tradicionais de ensino, nas quais o professor tem o papel de transmitir todo o conhecimento, verificamos a importância da adoção das Metodologias Ativas. Pense com a gente:

Nas metodologias convencionais, o professor percorre sozinho todo o caminho entre o ponto A e o ponto B do conhecimento, enquanto o aluno observa e absorve.

Essa forma de ensinar faz com que todo o esforço intelectual de relação, esquematização e sistematização do conhecimento seja feito pelo professor, restando ao aluno o exercício de habilidades menos complexas, como memorização e identificação de conteúdos.

Dentro de uma perspectiva de aprendizagem ativa, há uma inversão dessa lógica. O papel do professor passa a ser de facilitador desse trajeto, entre o ponto A e o ponto B, que será percorrido pelo aluno.

O professor deve ter em mente os objetivos educacionais almejados e focar na criação de perguntas, tarefas e desafios que estimule o aluno a percorrer o caminho necessário à conquista dos objetivos. Além disso, ao longo do caminho, o professor deve intervir pontualmente no esclarecimento de dúvidas e correções necessárias.

No Material Didático da Flexge, o aluno é colocado no centro do processo de ensino-aprendizagem, sendo estimulado a adquirir o conhecimento da língua de forma autônoma, através da resolução de exercícios que trabalham as 4 habilidades linguísticas: speaking, listening, writing e reading.

Para alcançar a fluência no idioma, o aluno recebe os inputs necessários por meio dos recursos audiovisuais e conteúdos planejados de forma sistemática, seguindo uma trilha de aprendizagem completa, baseada no Common European Framework of Reference for Languages (CEFR).

Assim, o aluno percorre o caminho até a fluência de forma ativa, realizando as atividades propostas no material didático, contando sempre, é claro, com o suporte do professor que atua como um facilitador desse trajeto, e não apenas como transmissor do conhecimento.

Uma das formas de aplicar as Metodologias Ativas é por meio do Ensino Híbrido. A seguir você vai entender o significado desse termo e como funciona a sua aplicação. Vem com a gente!

Ensino Híbrido: significado e aplicação

Ensino Híbrido ou Blended learning é a combinação de aula presencial com atividades online. Essa metodologia concilia as vantagens de cada modalidade de ensino (remota e presencial) para ter uma metodologia mais eficaz.

O significado de Ensino Híbrido pode ser compreendido como modelo educacional formado pela junção de elementos de dois outros modelos: o presencial e a remota, mesclando o online e o offline.

Alguns exemplos de aplicação do Ensino Híbrido são:

  • Sala de aula invertida: ou flipped classroom. Trata-se da realização de momentos assíncronos online antes de momentos síncronos, os quais são presenciais e  offline (sala de aula).
  • Rotação por estações: combina momentos online e offline, porém ambos são realizados de forma síncrona e presencial.
  • Rotation lab: combina momentos em sala de aula como momentos no laboratório de informática.

Para implementar o modelo de Ensino Híbrido em suas aulas, o professor deve realizar pelo menos 4 passos:

1. Curadoria: escolher os recursos adequados.
2. Roteiro: orientação do estudante para fora do espaço de sala de aula.
3. Engajamento: estimular o aluno a embarcar na proposta.
4. Planejamento: planejar uma proposta síncrona integrada ao online.

Mas quais são as vantagens do Ensino Híbrido para o processo de ensino-aprendizagem?

Podemos separar as vantagens desse modelo em dois momentos: o online e o offline. Tratando-se do momento online, as vantagens são:

  • protagonismo/autonomia do aluno;
  • possibilidade de personalização do ensino;
  • possibilidade de relatórios e métricas;
  • possibilidade de otimizar o momento síncrono offline.

Já olhando para o momento offline, pode-se elencar entre as vantagens:

  • aulas menos expositivas e mais dinâmicas;
  • menor passividade dos alunos/maior participação;
  • exemplos: aplicação de conceitos, produção de sínteses e debates;
  • possibilidade de explorar habilidades do século XXI.

O Material Didático Digital da Flexge é ideal para a realização das atividades online, podendo ser utilizado tanto no momento síncrono, em sala de aula, quanto no momento assíncrono.

Através de um Sistema Administrativo, o professor consegue acompanhar o tempo dedicado aos estudos pelo aluno em casa, além de outras métricas de performance e dados históricos.

Material Didático Digital Flexge oferece um Dashboard com dados para o professor analisar e personalizar o ensino.
Dashboard com dados para o professor analisar e personalizar o ensino.

O Material também atribui uma nota de qualidade de estudo (study quality), que leva em conta os seguintes fatores:

  • estudar pelo menos 7 dias a cada 15 dias;
  • estudar o tempo semanal exigido;
  • quando estudar, fazer pelo menos 30 minutos;
  • acerto das questions;
  • nota média nas units;
  • nota média no Speech Recognition;
  • uso do botão Repetir;
  • uso do botão Escutar.

Assim, o professor consegue acompanhar com maior efetividade o desempenho do aluno nas atividades online, o que possibilita um melhor direcionamento e aproveitamento do momento de aula.

Também, por ser uma plataforma web e contar um um aplicativo mobile (tratando-se do material Flexge Academic), o aluno pode realizar os exercícios a qualquer tempo, em qualquer lugar, pelo computador ou celular, o que confere maior flexibilidade.

Ainda, ao utilizar o material da Flexge, o professor não precisa se preocupar com a curadoria dos conteúdos, uma vez que o material já conta com uma trilha de aprendizagem completa e o aluno terá acesso a conteúdos compatíveis com o seu nível de proficiência, sem o professor precisar ter o trabalho de pesquisar e selecionar esses materiais.

É dessa forma que o Material Digital da Flexge potencializa o Ensino Híbrido, apresentando-se como a solução ideal para o ensino de inglês neste modelo.

Agora que você já sabe o significado de Ensino Híbrido e como se dá sua aplicação, veja agora como funciona a Gamificação, estratégia de engajamento utilizada pela Flexge.

Gamificação: estratégia de engajamento

A primeira coisa que você deve compreender é que o ensino gamificado não é necessariamente utilizar um jogo (game) para ensinar. Trata-se da utilização de elementos comuns aos jogos para engajar os alunos a atingirem um objetivo.

Na educação, o potencial da Gamificação é imenso: ela funciona para despertar interesse, aumentar a participação, desenvolver criatividade e autonomia, promover diálogo e resolver situações-problema.

Para aplicar a Gamificação não é preciso usar jogos prontos, apesar de esta ser uma das possibilidades.

Em vez de trazer jogos já existentes para a sala de aula, o professor pode explorar a Gamificação através de dinâmicas com sua turma: a ideia principal é trabalhar a partir de missões ou desafios, que funcionam como combustível para a aprendizagem.

A efetividade dessa estratégia consiste no fato de que, a partir da Gamificação, todo conhecimento serve a um propósito, o que envolve os estudantes no processo, despertando maior interesse.

O professor também pode se valer de outras alternativas, como utilizar pontos, distintivos ou prêmios como incentivo e definir personagens (avatares) ou cenários específicos com que os alunos precisam lidar ou propor obstáculos a serem superados.

Enfim, são várias as possibilidades de utilizar a Gamificação no ensino. Para tanto, é importante conhecer os elementos da Gamificação. Confira alguns:

  • Regras bem definidas
  • Missões e desafios e fases
  • Pontuações e Rankings
  • Avatares e cenários

Mas, afinal, qual a vantagem da Gamificação para o ensino?

Com a aplicação dessa estratégia, o aluno adquire conhecimentos a medida em que interage com o material, ao invés de receber informações digeridas, promovendo maior autonomia do aluno.

Também aumenta a interatividade do aluno com o conteúdo, vez que toda informação serve a um propósito, seja ganhar pontos ou passar de fase.

Proporciona o autogerenciamento do processo de aprendizagem, tendo em vista que são as ações do aluno e suas tomadas de decisão que vão determinar o curso de ação.

Por fim, a Gamificação promove o engajamento do aluno no processo de aquisição do conhecimento, porque ele precisa cumprir uma tarefa ou um número de tarefas em um período de tempo, além de promover competição saudável entre os colegas através de sistemas de pontuação e rankings.

Toda a experiência do aluno no Material Didático Digital da Flexge é Gamificada. Confira como:

1. Sistema de Pontuação: no nosso material, os alunos conquistam pontos conforme realizam os exercícios e avançam no conteúdo, participando de rankings divertidos com outros alunos.

2. Desbloqueio progressivo de fases: nosso sistema funciona como se fosse um jogo, adaptado para crianças e jovens, gerando um elevado grau de engajamento e prática dos alunos.

3. Conquistas: alinhada com as melhores técnicas de gamificação, nosso sistema oferece certificados de conquistas de acordo com a performance do aluno.

Com o Ranking da Flexge, os alunos se engajam nos estudos. É possível desativar essa funcionalidade.
Com o Ranking da Flexge, os alunos se engajam nos estudos. É possível desativar essa funcionalidade.

É importante destacar que, caso o aluno ou professor prefira não participar do ranking com demais instituições, é possível desativar essa funcionalidade na plataforma. Assim, a boa experiência e satisfação do aluno são sempre garantidas.

Agora que você já conhece a Metodologia da Flexge, sabe as vantagens das Metodologias Ativas, do Ensino Híbrido e da Gamificação, que tal conhecer nosso site? Clique aqui e saiba mais sobre a Flexge.

Aproveite e se inscreva na nossa newsletter para ficar por dentro das novidades do Blog. Estamos esperando por você!