Quanto cobrar por aula particular de Inglês: o que considerar na precificação das suas aulas

Saiba como precificar sua hora aula e descubra tudo o que você precisa levar em conta para determinar quanto cobrar por suas aulas particulares de inglês.

Quanto cobrar por aula particular de Inglês: o que considerar na precificação das suas aulas

Definir o quanto cobrar por aula particular de inglês não é tão simples, afinal, vários fatores precisam ser levados em consideração.

Saber como determinar o preço de uma hora-aula particular pode ser mais fácil se você souber o que influencia esse valor. Mas atenção: não existe uma fórmula matemática única ou uma regra para determinar o preço de uma aula particular de inglês.

Diferente de algumas profissões cujos valores são tabelados (como honorários advocatícios que são estabelecidos pela OAB), tratando-se de aula particular de inglês, o preço pode ser estipulado livremente, não existindo uma tabela fixa do quanto se deve cobrar.

Por isso, os preços de aulas particulares podem variar muito e esses valores são controlados pelo mercado em que suas aulas estão inseridas e por alguns outros fatores, que vamos especificar em seguida. Continue lendo para descobrir!

Você, como professor particular de inglês, prestador de um serviço, precisa identificar e definir quais elementos vão compor o preço da hora-aula particular que você está oferecendo e nisso nós podemos te ajudar!

Quer aprender como definir o preço da hora-aula particular de inglês? Então fique com a gente!

Neste artigo você vai descobrir quanto cobrar por aula particular, quais elementos devem compor o seu preço e ainda algumas dicas para acertar na precificação. Vamos lá?

Quanto cobrar pela aula particular?
Quanto cobrar por aula particular de inglês: fatores que compõem o preço
Dicas para definir quanto cobrar por suas aulas particulares

Quanto cobrar pela aula particular?

Não sabe quanto cobrar por sua aula particular de inglês? Então você está no lugar certo!

A primeira coisa que você precisa saber é que não há uma regra ou fórmula matemática para se determinar o preço da hora-aula particular.

Esse preço é controlado pelo mercado e possui diversas variáveis que você pode ou não considerar no momento de definir quanto cobrar pela aula.

Mas então, qual é o preço médio de uma aula particular?

No Brasil o valor médio da hora-aula particular é cerca de 55 reais, variando muito de acordo com a localização, a formação, a experiência do professor e muitos outros fatores que serão comentados mais adiante.

Para determinar quanto você irá cobrar pela aula particular, comece elencando as características dessa aula:

  • Será presencial ou a distância?
  • Sendo presencial, ocorrerá em um estabelecimento, na casa do aluno ou na sua?
  • Qual será a carga horária e frequência das aulas?
  • Como será o fornecimento de material didático para o aluno?
  • Quais recursos você utilizará nas aulas?

Após mapear todos os fatores envolvidos na sua aula particular de inglês, você será capaz de listar os custos da sua aula. Assim, você encontrará o valor mínimo a ser cobrado pela aula particular, isto é, o valor que cobrirá seus custos para dar aquela aula.

Mas isso é suficiente para saber quanto cobrar pela minha aula particular de inglês? De forma alguma!

O valor mínimo é aquele que não gera nenhum lucro para você. Ou seja, cobrando-o você estará trabalhando de graça.

Por isso, é imprescindível que você agregue a esse valor mínimo uma margem de lucro, que no final das contas, será o valor da sua remuneração, o que sobra para você após arcar com os custos da sua aula.

Para definir essa margem de lucro, alguns fatores podem ser levados em consideração e sobre eles falaremos a seguir.

Quanto cobrar por aula particular de inglês: fatores que compõem o preço

Quando for definir o valor a ser cobrado por suas aulas particulares de inglês, você precisa levar em conta alguns fatores.

Veja a seguir alguns desses fatores e tenha sempre em mente que não se trata de uma regra, você pode optar por observá-los ou não, ficando a seu critério.

Quanto cobrar por aula particular? Professor calculando o preço com uma calculadora amarela.
Veja quanto cobrar por aula particular de inglês com base nos fatores que influenciam o preço.

Grau de formação

Procure descobrir o quanto outros professores com o mesmo grau de formação que você estão cobrando pelas aulas particulares de inglês.

Entenda a diferença nos preços entre licenciados, mestres, doutores, nativos com licenciatura, nativos sem licenciatura e assim por diante.

Identificando essas diferenças, você começa a ter um norte sobre quanto cobrar por suas aulas particulares de inglês. Mas fique claro: esse não deve ser um fator analisado de forma isolada.

Isso porque muitas vezes o professor tem formação mas não possui experiência, ou é falante nativo de inglês mas não possui nenhuma formação ou é doutor porém não possui metodologia própria…

Enfim, cada caso é um caso e a análise desse fator deve apenas ser mais um parâmetro para a precificação da sua hora-aula particular, não o único.

Experiência e autoridade

Como falei no tópico anterior, apenas o grau de formação não pode ser o único fator para você definir quanto cobrar por suas aulas particulares de inglês.

Assim, outro fator que você pode e deve considerar é a sua experiência e autoridade no assunto.

Sua qualificação prática como diplomas, certificados, intercâmbios etc. agregam muito valor ao seu serviço e, portanto, devem ser considerados no momento da precificação das aulas.

Aqui vale ressaltar que é muito importante que você, como professor, esteja sempre atualizado das novidades da sua área para oferecer o melhor para seus alunos e, deste modo, valorizar ainda mais sua hora-aula particular de inglês.

Metodologia

Outro fator relevante para determinar quanto cobrar por aula particular de inglês diz respeito à metodologia de ensino utilizada.

Se você possui uma metodologia própria ou diferente da tradicional, ela pode ser apresentada como um diferencial das suas aulas, agregando valor e incorporando o preço da sua hora-aula.

Por isso, vale a pena investigar algumas metodologias inovadoras para aderir ou até mesmo desenvolver sua própria metodologia, combinando elementos dos métodos que mais fizerem sentido para você.

Localização

A localização é um fator determinante na definição de quanto cobrar por aula particular.

O valor de todos os serviços, inclusive o de aulas particulares de inglês, varia de acordo com a realidade de cada local, em relação ao custo de vida, concorrência e facilidade de acesso a serviços.

Esse fator precisa ser observado na precificação da sua hora-aula. Se outros professores particulares de inglês estão cobrando um valor muito inferior ao seu, dificilmente você conseguirá captar alunos.

Assim, ao definir quanto cobrar por sua hora-aula particular de inglês, leve em conta a realidade do seu público e do mercado local.

Concorrentes

O mercado de ensino de inglês é muito competitivo. Logo, é importante acompanhar os valores cobrados por outros professores particulares de inglês para que o preço da sua hora-aula não esteja muito acima ou abaixo deles.

Não se trata de travar uma competição por preço, não é isso. Saber quanto seus concorrentes cobram pelas aulas particulares de inglês permite que você se posicione no mercado.

Dessa forma, se algum aluno questionar o valor cobrado por suas aulas, você deve mostrar o seu posicionamento: se cobra mais do que a média porque oferece mais valor para seu aluno ou mais barato porque está começando a lecionar e está construindo sua rede de clientes e adquirindo qualificação prática, por exemplo.

Locomoção

Esse artigo começou explicando para você como é importante elencar as características da sua aula para definir quanto cobrar por ela, está lembrado?

Vamos retomar alguns aspectos para entender como eles interferem na precificação da sua hora-aula, começando pela locomoção.

Se a sua aula particular de inglês se dará de forma presencial, você provavelmente gastará tempo e dinheiro para se locomover até o local, a não ser que a aula ocorra na sua casa.

Não sendo este o caso, você deve incorporar seus custos no preço da sua aula particular. Lembre-se de cobrar também pelo tempo de deslocamento.

O valor da locomoção pode ser incorporado ao preço da sua aula, mas também pode ser cobrado a parte, como uma variável.

Por exemplo, se você vai de carona via aplicativo para a casa do aluno, você pode apenas pedir o reembolso desse custo, mais o valor da sua hora multiplicado pelo tempo gasto no deslocamento (se sua hora vale R$ 50, e você levou meia hora para ir até a casa do aluno, o calculo seria: 50*0,5 = R$ 25).

Gasto com materiais

Se você precisa adquirir materiais para você ou até mesmo para o aluno, lembre-se de agregar esse custo ao preço da sua hora-aula para que não prejudique sua margem de lucro.

Uma opção também é cobrar o valor do material do aluno separado da mensalidade, por exemplo.

Se você utiliza atividades impressas e tem esse custo, pode repassar para o aluno no valor total da mensalidade ou até mesmo solicitar que ele providencie as impressões, sem aumentar seu preço com isso.

O importante é você não deixar de repassar esse valor para o aluno, de uma forma ou de outra, sem que isso atrapalhe o relacionamento de vocês ou cause qualquer desconforto por parte do aluno.

Uma dica é ter isso bem definido já no momento da contratação e previsto em contrato, para evitar futuros desalinhamentos entre professor e aluno em relação a estes custos.

Falando em dicas… Confira a seguir algumas dicas para definir quanto cobrar por aula particular de inglês. Continue lendo!

Dicas para definir quanto cobrar por suas aulas particulares

Até aqui foram trazidos alguns elementos que você precisa considerar para formar o preço da hora-aula particular de inglês.

Agora você vai conferir algumas dicas para definir quanto cobrar por suas aulas. Vamos lá?

Quanto cobrar por aula particular de inglês? Professora com um computador no colo e dinheiro na mão.
Quanto cobrar por aula particular de inglês? Confira algumas dicas!

Valorize seu trabalho!

Pode parecer óbvio, mas acredite, tem pessoas que ficam desconfortáveis em cobrar um valor justo pelos seus serviços.

Tenha sempre em mente que o que você está oferecendo ao seu aluno é muito mais do que mera transmissão de conhecimento.

Você está oferecendo uma experiência completa de aprendizagem, na qual você precisará se adaptar ao ritmo do aluno, vai transmitir a ele suas experiências pessoais, vai se capacitar profissionalmente para melhor atendê-lo e assim por diante.

O momento da aula vai muito além do tempo que você passa ali com o aluno. Há todo um planejamento anterior e acompanhamento posterior com a correção de atividades, por exemplo.

Tudo isso faz parte do seu serviço, logo, valorize seu trabalho cobrando um valor justo que arque com suas despesas e remunere todo o seu esforço e dedicação.

Analise seus concorrentes

Sei que já falei sobre isso, mas é tão importante que vou repetir: fique de olho no preço dos seus concorrentes.

No mercado de ensino de inglês, a concorrência é um dos principais fatores influenciadores dos preços.

Para conseguir se posicionar, é importante que você tenha esses valores na ponta da língua para formar o seu preço e também defender o valor do seu serviço.

Cuidado ao cobrar o mínimo possível

A última dica e talvez a mais necessária: cuidado ao cobrar o mínimo possível.

Lembra que lá no início do artigo eu falei para você descobrir o valor mínimo a ser cobrado por sua hora-aula particular? Pois bem, cuidado ao baixar seu preço próximo a este patamar.

Não trate sua aula particular como uma commodity, mantendo o preço mais baixo possível para ganhar vantagem competitiva em relação aos seus concorrentes.

Cobrar um valor muito baixo pode ser um tiro no pé e passar uma imagem de um serviço de má-qualidade, por exemplo.

Logo, diminuir o preço baseado na concorrência deve ser evitado, a não ser que você considere um valor justo pela qualidade do serviço que você será capaz de oferecer.

No final das contas, quanto cobrar por aula particular de inglês vai depender da sua situação específica e somente você será capaz de chegar a um valor justo, competitivo e que faça sentido para a sua atividade.

Se esse conteúdo te ajudou, conta para a gente aqui nos comentários! Aproveite e assine nossa newsletter para receber mais dicas no seu e-mail.

Fique por dentro das novidades!

Assine nossa newsletter e receba novos conteúdos do Blog no seu e-mail.