Importância do Networking para professores: como criar uma rede de contatos estratégica

Entenda a importância de ter uma forte rede de contatos e confira 5 dicas para ampliar seu network.

Importância do Networking para professores: como criar uma rede de contatos estratégica

Você sabia que professores também precisam construir network?

Através do networking você pode descobrir novas oportunidades profissionais, ficar sabendo de eventos que vão acontecer na sua área e, até mesmo, captar novos alunos por meio de indicações.

Networking pessoal ou profissional é uma rede de contatos que você cria ao longo do tempo. São as pessoas que você conhece e com as quais você se relaciona.

Neste artigo você vai conferir o que é networking, conhecer a importância do networking para professores e aprender a construir o seu. Vamos lá?

O que é networking
O que é marketing pessoal e networking?
Para que serve o networking
Qual a importância do networking para professores de inglês?
Como fazer networking: 5 dicas para ampliar sua rede
1. Seja conhecido pelo que você faz
2. Participe de eventos
3. Não fique apenas no mundo virtual
4. Ative seus novos contatos (e os antigos também!)
5. Mantenha sua rede de contatos informada

O que é networking

O termo inglês “networking” identifica a capacidade de estabelecer uma rede de contatos ou uma conexão com algo ou com alguém.

Trata-se de um sistema de suporte entre pessoas ou grupos que possuem interesses semelhantes e que compartilham serviços e informações.

Isso significa que um professor de inglês deve ter em seu network apenas outros professores?

Não! Um network diversificado pode ser bastante estratégico. Por isso, é importante que você construa tanto um network profissional, com professores, diretores, coordenadores etc., e um network pessoal, com ex-colegas, conhecidos, pessoas de áreas diferentes da sua e assim por diante.

No tópico onde falamos sobre a importância do networking para o professor de inglês vamos explicar o por quê.

Agora, você precisa saber que networking não é a mesma coisa que marketing pessoal. Entenda a seguir.

O que é marketing pessoal e networking?

Para quem não é familiarizado com esses termos, fica difícil entender a diferença entre eles. Mas fique tranquilo, estamos aqui para facilitar esse entendimento.

Como você viu até aqui, networking pessoal ou profissional é uma rede de contatos com a qual você compartilha informações e serviços.

Marketing pessoal, por sua vez, é a valorização e autopromoção feita (por você e sobre você) com o objetivo de trabalhar sua imagem e marca profissional.

Assim, você pode se valer do marketing pessoal para ampliar seu network, por exemplo, atraindo pessoas interessadas em conhecer o seu trabalho.

Com o surgimento das redes sociais, algumas exclusivamente dedicadas à profissionais, a construção de network ficou muito mais fácil, assim como a realização do marketing pessoal.

Mais adiante você vai descobrir como fazer networking sendo professor de inglês. Antes, vamos entender para que serve, de fato, o networking.

Para que serve o networking

Ter uma rede de contatos é importante para todos os profissionais, independentemente da área de atuação. Para professores de inglês, não é diferente.

Ao conhecer novas pessoas, gerar novas conexões nas redes sociais, trocar cartão de visitas e conversar com outros profissionais, você amplia a quantidade de indivíduos que conhecem você e sabem o que você faz.

E por que isso é importante? Bom, a partir do momento que você está no mercado de trabalho, seja atuando como empregado, seja como professor de inglês autônomo, as indicações (o marketing boca a boca) podem ser muito úteis para obter novas oportunidades de trabalho ou conquistar novos alunos.

Conversando com outras pessoas, da sua área ou não, você pode descobrir informações relevantes sobre o mercado, ações de outras empresas que deram certo e novas tecnologias, por exemplo.

Além disso, networking serve sobretudo para construir e estreitar relacionamentos, e esses relacionamentos podem fornecer o suporte e o auxílio que você precisa em várias situações, como ajuda com recolocação profissional, mediação de contatos, fornecimento de recomendação etc.

Para professores de inglês, o networking pessoal apresenta muita importância especialmente em um aspecto. Continue lendo para descobrir qual!

Qual a importância do networking para professores de inglês?

Já ouviu aquele ditado: “quem não é visto, não é lembrado”?

Pois bem, se você é professor de inglês e atua de forma autônoma, provavelmente um dos seus maiores desafios é justamente a captação de alunos. Certo?

Se você possui um network amplo e bem cultivado, várias pessoas saberão que você dá aulas de inglês e, eventualmente, quando alguém pedir indicação ou mencionar interesse na contratação do serviço, seus contatos se lembrarão de você.

Além disso, se você não atua de forma autônoma, seu network pode abrir portas a oportunidades melhores.

Digamos que a escola onde um contato seu trabalha abre uma vaga muito boa para a qual você possui perfil, as chances de você descobrir sobre a vaga e até mesmo conquistá-la aumentam significativamente se o seu contato informar e indicar você.

Segundo pesquisa realizada pela consultoria The Adler Group, em 2016, 85% das vagas de trabalho foram preenchidas através de indicações de networking.

Logo, investir em networking é importante sob diversas perspectivas para os professores de inglês.

Veja agora algumas dicas para fazer networking sendo professor de inglês.

Como fazer networking: 5 dicas para ampliar sua rede

A construção de network não deve acontecer apenas em momentos isolados, específicos para isso, como em eventos da sua área.

Uma rede de relacionamentos pode ser composta por familiares, amigos, colegas, amigos e amigos e por aí vai.

Por isso, esteja sempre atento ao seu network, conversando com as pessoas que encontra no dia a dia, gerando conexões nas redes sociais, mandando mensagem para aquele colega que há muito você não conversa.

Confira agora 5 dicas para fazer networking.

1. Seja conhecido pelo que você faz

Seu sobrenome deve ser “professor de inglês”. Todos aqueles que conhecem você, devem saber o que você faz, para que se lembrem de você nos momentos oportunos.

Fale sobre o seu trabalho como professor de inglês, divulgue conteúdo a respeito, complete seus perfis nas redes sociais com essa informação.

2. Participe de eventos

Presencial ou online, faça parte da comunidade envolvida nos eventos da sua área, participe ativamente quando possível (através do compartilhamento de trabalhos, por exemplo).

Caso esteja participando apenas como ouvinte, faça perguntas quando tiver oportunidade. Esse é um ótimo jeito de quebrar o gelo e puxar assunto com novas pessoas nesses eventos, ampliando sua rede de contatos.

3. Não fique apenas no mundo virtual

Devido à facilidade na comunicação virtual, como mensagens via WhatsApp ou e-mail, esse tipo de contato possuí menos impacto do que uma ligação ou interação pessoal.

Vá a reuniões presenciais, eventos, palestras. Convide colegas para um café e estreite os laços.

4. Ative seus novos contatos (e os antigos também!)

Ir embora de um evento com vários cartões de visita ou novos contatos no seu smartphone de nada adianta se não for para continuar as conversas.

Envie mensagens periódicas via celular, e-mail e/ou redes sociais para manter alguma proximidade, mas saiba que enquanto alguns contatos vão se tornar próximos de você, outros só falarão com você durante reuniões ou eventos.

Isso vale não somente para os novos contatos, mas para os antigos também. Mande um "olá, como vão as coisas?" para seus ex-colegas, amigos antigos e mantenha-os próximos de você.

5. Mantenha sua rede de contatos informada

Grande parte dos profissionais da sua rede estarão dispostos a ajudar e compartilhar informações úteis com você, mas para isso, precisam saber das suas novidades: você está empregado? Qual cargo ocupa?

Por isso, fale sobre você, seja nas redes sociais ou por outros meios. Faça com que o maior número possível de pessoas saibam seu status atual, dos cursos que está fazendo, novos projetos, se busca recolocação no mercado etc.

Construir um network exige atenção e disposição. Você precisa deixar a sua zona de conforto e se expor, mostrando ao mercado o lugar que você ocupa e também lugares que almeja ocupar.

Comece ainda hoje, ativando seus contatos antigos, criando um perfil nas redes profissionais e começando a compartilhar informações sobre sua área de atuação.

Que tal começar com esse artigo? Envie para os seus contatos para iniciar uma conversa e treinar seu networking pessoal. Aproveite para comentar aqui no post o que achou do artigo e se inscrever na nossa newsletter. Até a próxima!

Fique por dentro das novidades!

Assine nossa newsletter e receba novos
conteúdos do Blog no seu e-mail.