Como usar Team-Based Learning (TBL) para ensinar inglês

Saiba como funciona o método TBL e como você pode utilizar essa metodologia ativa para ensinar inglês.

Como usar Team-Based Learning (TBL) para ensinar inglês

O Team-Based Learning (TBL) é um método de ensino pautado na aprendizagem ativa, que visa a construção de um ambiente cooperativo na sala de aula, e para isso promove a interação entre os alunos na solução de um problema proposto pelo professor.

O TBL ou Aprendizagem Baseada em Equipes (ABE), promove o desenvolvimento das habilidades de comunicação e argumentação dos estudantes, e faz com que eles avancem em direção a uma maior autonomia e maturidade.

Diante do novo cenário educacional, em que o formato das aulas sofreu profundas transformações com a inserção de tecnologia em sala de aula e adoção de novos modelos, como o ensino híbrido, é muito importante que o professor conheça e teste diferentes métodos de ensino.

Afinal, cada vez mais as metodologias tradicionais de ensino vêm sendo substituídas a fim de melhor atender às demandas educacionais do novo perfil de aluno, o nativo digital.

Se você quer saber o que é TBL, conhecer os benefícios do TBL para a aprendizagem e aprender como utilizar essa metodologia para ensinar inglês, está no lugar certo! Aqui você vai aprender:

O que é TBL?
Como funciona o método TBL?
Como usar o método TBL para ensinar inglês
Benefícios do TBL na aprendizagem

Bons estudos!

O que é TBL?

TBL significa Team-Based Learning cuja tradução para português é Aprendizagem Baseada em Equipes (ABE).

Mas, afinal, o que é TBL?

O TBL é uma metodologia ativa de aprendizagem que se baseia no aprendizado coletivo. Este método propõe a formação de times para incentivar a construção do conhecimento.

O Team-Based Learning foi desenvolvido pelo professor Larry Michaelsen, da Universidade de Oklahoma, nos Estados Unidos, nos anos de 1970.

Também chamado de TBL active, o método TBL visa uma aprendizagem mais colaborativa, que ocorre através de uma sequência de práticas de ensino e aprendizagem, na qual o professor atua como um facilitador, e não mais como mero transmissor de conhecimento.

A metodologia de aprendizagem em equipes fornece oportunidades de aprendizagem mais significativas e requer ao menos três mudanças importantes em relação às abordagens tradicionais de ensino. São elas:

  • ampliação do objetivo do aprendizado: passando da memorização de conceitos-chave para a compreensão de como eles são aplicados em situações-problema reais;
  • transformação do papel do professor: ele deixa de ser o centro do processo ensino-aprendizagem e se torna um mediador do conhecimento e gerenciador dos grupos;
  • transformação do papel do aluno: ele passa a ser responsável pelo seu próprio aprendizado, trabalhando de maneira colaborativa com os demais colegas.

Agora que você já sabe o que é TBL, entenda como esse método funciona na prática. Continue lendo!

Como funciona o método TBL?

A metodologia de aprendizagem baseada em equipes pode ser dividida em três partes ou momentos. São eles:

  1. preparação individual;
  2. garantia de preparo; e
  3. aplicação de conceitos.

Todas essas fases são importantes para a eficiência do TBL e precisam ser observadas com atenção pelos alunos e pelo professor mediador.

Entenda a seguir o que é cada uma das etapas do método TBL.

1. Preparação individual (pré classe)

A preparação individual, no método TBL, ocorre em momento anterior à atividade em grupo.

Extremamente relevante para o sucesso da aprendizagem, neste momento os alunos devem, individualmente, ter acesso a literaturas, participar de experiências ou usar qualquer outra ferramenta que agregue conhecimento à proposta do trabalho que será realizado com os demais colegas.

Aqui o professor pode se valer de estratégias de ensino híbrido como a sala de aula invertida, para otimizar o momento da atividade em sala.

Todos os alunos devem realizar essa preparação prévia, afinal, se os alunos não tiverem contato com os conteúdos antes da atividade em grupo, não serão capazes de contribuir com o trabalho em equipe.

O conteúdo que será abordado com o TBL deve ser estudado em casa, através de vídeos, podcasts, filmes ou outros formatos. O professor deve combinar essa dinâmica com os alunos antecipadamente, para que haja tempo hábil o preparo deles.

2. Garantia de preparo

Após a preparação individual, os alunos devem ser testados individualmente. Essa fase é uma avaliação TBL e tem o objetivo de verificar se a primeira etapa foi bem feita.

Os alunos devem responder a um questionário de múltipla escolha a respeito do conteúdo estudado, sem realizar consulta a qualquer material.

Após essa avaliação que visa garantir o preparo, os grupos devem ser formados. Com os grupos estabelecidos, o mesmo questionário deve ser aplicado para ser respondido e discutido entre os integrantes das equipes.

Neste momento, os grupos discutem o teste, compartilham argumentos e conhecimentos, até chegarem a um consenso sobre qual alternativa é a correta.

Em seguida, o professor deve dar um feedback imediato sobre qual é a alternativa correta, garantindo que os alunos avancem para a próxima etapa com o conhecimento necessário para a realização da mesma.

3. Aplicação de Conceitos

Ao chegar na etapa três do método TBL, os alunos já possuem o conhecimento mínimo necessário para a realização da atividade principal.

A aplicação de conceitos é a etapa com maior duração e deve ser repetida até que todos os objetivos traçados pelo professor sejam alcançados.

Nesta etapa, os alunos reunidos em equipes, vão aplicar os conhecimentos adquiridos nas etapas anteriores para resolverem a atividade proposta pelo professor-mediador do TBL.

Para que a metodologia funcione e a aprendizagem aconteça de forma eficiente, o professor deve observar 4 princípios (também chamados de 4 “S”, em inglês):

1. Problema Significativo (significant): os alunos devem resolver situações reais que tenham cenários bem prováveis de acontecer no cotidiano e devem ser bem contextualizadas quanto a elas (por que precisam pensar sobre isso? Como e onde vão aplicar?)

2. Mesmo Problema (same): a classe deve receber o mesmo problema para resolver. Ou seja, todos os grupos solucionarão a mesma atividade. Assim, é possível realizar o debate entre a classe e o professor ao final.

3. Escolha Específica (specific): cada equipe deve desenvolver uma resposta sucinta e de fácil entendimento para as outras equipes.

4. Relatos Simultâneos (simultaneous report): as equipes apresentam as respostas no mesmo momento, para evitar que grupos sejam influenciados pela argumentação das outras equipes. Caso todas as equipes selecionem a resposta certa, o professor pode propor a discussão dos motivos das outras alternativas estarem erradas.

Até aqui você aprendeu como funciona o método TBL. Conseguiu visualizar como aplicar o TBL no ensino de inglês?

A seguir, vamos explicar como usar o TBL para ensinar inglês. Leia com atenção!

Como usar o método TBL para ensinar inglês

Para utilizar a metodologia TBL no ensino de inglês o primeiro quesito é que você trabalhe com turmas.

Assim, se você é professor de inglês particular, obviamente, não terá como utilizar essa metodologia individualmente com seus alunos.

Mas se ficar interessado em experimentar o método, você pode organizar um projeto com seus alunos particulares, reunindo alguns alunos em uma turma para aplicar a metodologia.

Agora, se você dá aula em um centro de idiomas ou escola regular e trabalha com uma turma de alunos, aplicar o TBL será mais simples.

Como usar o TBL para ensinar inglês?

Para ter sucesso na aplicação desse método, você deve observar as três etapas explicadas anteriormente. Lembrando, são elas:

  1. preparação individual;
  2. garantia de preparo; e
  3. aplicação de conceitos.

Além disso, tratando-se do ensino de inglês, alguns cuidados devem ser tomados, como:

  • formar equipes com alunos de níveis diferentes de proficiência (se a turma for multinível);
  • explicar para os alunos a responsabilidade coletiva e individual de cada um;
  • dar feedbacks frequentemente para os alunos, para que o processo de aprendizagem seja mais eficiente, evitando assim gaps no aprendizado;
  • escolher atividades que promovam a interação entre os membros do grupo (atividades que permitam o diálogo, como a tomada de decisões e o relato de experiências, geram bons resultados).

Como toda metodologia ativa de ensino, o TBL requer preparação do professor e alinhamento com a turma. Dedique um momento para explicar sobre a metodologia e abra espaço para que os alunos tirem dúvidas a respeito.

Para que o método TBL funcione, a colaboração dos alunos é imprescindível. Garanta que isso aconteça, convencendo-os da importância e eficiência dessa metodologia.

Agora que você já sabe o que é TBL e como aplicá-lo no ensino de inglês, entenda os motivos para adotar esse método. Confira a seguir os benefícios do TBL para a aprendizagem.

Benefícios do TBL na aprendizagem

Como já falamos aqui, o TBL active é uma metodologia ativa de aprendizagem e como tal possui vários benefícios para a aprendizagem. Listamos abaixo alguns dos mais relevantes. Confira:

  • forte estímulo à colaboração, que resulta em alunos mais motivados e engajados com o aprendizado;
  • desenvolvimento de habilidades cognitivas de alto nível;
  • promoção de maior interação entre os alunos, desenvolvendo a habilidade de relacionamento interpessoal;
  • maior incentivo à proatividade dos alunos, que passam a ser protagonistas do processo de aprendizagem;
  • desenvolvimento do raciocínio crítico, visto que o debate é muito estimulado neste método;
  • os alunos aprendem a trabalhar em equipe.

Esses são alguns dos benefícios do método TBL. Você conhece mais algum? Comenta aqui neste artigo para fomentar o debate sobre essa metodologia tão interessante para o ensino de inglês.

Neste artigo você aprendeu sobre a aprendizagem baseada em equipes, ou TBL. Para conhecer novas metodologias, assine nossa newsletter e fique por dentro dos conteúdos aqui do Blog. Esperamos você lá!

Fique por dentro das novidades!

Assine nossa newsletter e receba novos
conteúdos do Blog no seu e-mail.