5 dicas para praticar conversação em inglês online com seus alunos

Confira algumas dicas para tornar a prática da conversação online mais fácil e eficiente para seus alunos!

5 dicas para praticar conversação em inglês online com seus alunos

O modo como aprendemos e ensinamos evoluiu junto com as tecnologias digitais. Se antes precisávamos nos deslocar até um local físico, encontrar com um professor e utilizar volumosos livros didáticos para ter uma aula, hoje a realidade é bem diferente.

Não há nada (ou quase nada) que não possamos aprender ou ensinar no conforto de nossas casas. Até mesmo um novo idioma!

Materiais interativos, aplicativos, marketplaces de professores particulares, ambientes virtuais para a prática de conversação em inglês online são alguns exemplos de novos caminhos criados pela tecnologia para o aprendizado do idioma.

Neste artigo vamos dar algumas dicas para você, professor de inglês, conversar em inglês online com seus alunos e melhorar o desenvolvimento das habilidades linguísticas deles. Fique ligado!

Conversação em inglês online: como melhorar a experiência dos seus alunos
1. Deixe muito claro a importância de falar e errar
2. Converse sobre temas interessantes
3. Incentive seus alunos a incorporarem o inglês no dia a dia
4. Garanta que o áudio esteja em boa qualidade
5. Grave seus alunos falando e mostre os resultados

Conversação em inglês online: como melhorar a experiência dos seus alunos

Um dos maiores desafios para quem está aprendendo um novo idioma é a fala. O medo de errar a pronúncia das palavras faz com que a maioria dos alunos trave e seja pouco participativa durante as aulas de inglês, até mesmo na modalidade online.

No caso de aulas particulares, esse desafio tende a ser suavizado diante da ausência de colegas que possam testemunhar a falha do aprendiz. Mas ainda assim é comum que os alunos, principalmente iniciantes, não fiquem à vontade para falar diante da presença exclusiva do professor.

Como, então, tornar a experiência de conversar em inglês online mais agradável para o aluno?

Confira algumas dicas para treinar a conversação em inglês com seus alunos de forma leve e prazerosa para eles.

1. Deixe muito claro a importância de falar e errar

Só se aprende a falar inglês falando. Garanta que seus alunos internalizem essa ideia e compreendam, de verdade, a importância de praticar o speaking.

Explique para eles como funciona o processo de aprendizagem de um idioma e como é importante falar errado, para corrigir a pronúncia aos poucos até alcançar a fluência.

Apenas com a prática desinibida da fala é que o aluno desenvolverá essa habilidade. Ajude-o a superar a vergonha e o medo de errar.

Diga e repita que ele está ali para aprender, e que o erro faz parte dessa etapa. Para evoluir no idioma, conversar em inglês é indispensável.

Para aliviar a tensão do aluno, conte histórias engraçadas sobre palavras muito difíceis de se pronunciar, compartilhe fatos que já aconteceram com você, mostre que até mesmo as pessoas fluentes às vezes falam errado, até mesmo em suas línguas maternas.

2. Converse sobre temas interessantes

Conheça seus alunos. Descubra do que eles gostam, seja um esporte, seriado, hobby e converse com eles sobre isso, em inglês.

Torne o valor do aprendizado perceptível para ele. Simule situações reais em que o aluno poderá utilizar aquele vocabulário: uma viagem, uma conversa com um turista, uma apresentação profissional.

Tenha um roteiro para a conversa, mas não se prenda a ele. O roteiro deve servir apenas para que você mantenha o papo interessante, sem recair em clichês como: de onde você vem? O que você gosta de fazer?

Fale sobre assuntos atuais, pertinentes, instigantes. A depender da faixa etária, traga para o diálogo vídeos de palestras, textos de grande circulação e relevância para juntos debaterem.

Também dê espaço para que o próprio aluno traga temas do seu interesse para treinar a conversação em inglês e incentive-o para que expanda o vocabulário buscando temas diferentes em cada aula.

3. Incentive seus alunos a incorporarem o inglês no dia a dia

Dê sugestões como assistir filmes e seriados em inglês, colocar a linguagem do computador e celular na língua e outras ideias que você julgar úteis ao desenvolvimento das habilidades linguísticas dos seus alunos.

Para desenvolver o speaking, é muito importante que o aluno absorva o maior número possível de palavras e regras gramaticais na outra língua. Para tornar essa absorção mais eficiente, o contato natural com o inglês é a melhor opção.

Quanto maior o tempo de exposição do aluno ao idioma, melhor. Ajude-o a compreender esse fato e assim ele terá o inglês na ponta da língua!

4. Garanta que o áudio esteja em boa qualidade

Para treinar a conversação em inglês online, é muito importante que o áudio dos seus alunos esteja claro para que você identifique os pontos de melhoria da pronúncia, bem como o seu próprio, para que eles possam ouvir na melhor qualidade possível.

Instrua-os a realizarem as aulas em um ambiente silencioso, livre de distrações e a utilizarem fones de ouvido com microfone. Em regra, a qualidade dos fones tende a ser melhor do que o microfone de notebooks e computadores.

Neste sentido, a qualidade da internet também importa muito. Garanta que a sua esteja numa qualidade adequada para ministrar as aulas e assim obter sucesso ao corrigir a pronúncia em inglês online.

5. Grave seus alunos falando e mostre os resultados

Peça para os alunos gravarem suas falas em inglês, pode ser até mesmo enviando áudios no WhatsApp. Ouvir a própria pronúncia ajudará muito no processo e você pode até criar um arquivo para mostrar depois de algum tempo o desenvolvimento que o aluno teve.

No material didático digital da Flexge, por exemplo, o aluno dispõe de uma ferramenta de avaliação de pronúncia na qual ele ouve um falante nativo ou lê uma frase, grava sua voz e recebe um feedback, palavra por palavra, da sua pronúncia.

Ele também pode ouvir sua fala na íntegra ou cada palavra isoladamente para identificar como pode melhorar.

Essas foram algumas dicas para você treinar a conversação em inglês online com seus alunos. Espero que tenha gostado!

Para receber conteúdos como esse diretamente no seu e-mail, inscreva-se na nossa Newsletter!