Aula Remota e Educação a Distância não são a mesma coisa. Entenda!

Descubra as principais diferenças entre aula remota e educação a distância e saiba porque elas não podem ser consideradas equivalentes.

Aula Remota e Educação a Distância não são a mesma coisa. Entenda!

Você sabia que aula remota e educação a distância (EaD) não são a mesma coisa?

É normal nos deparamos por aí com situações em que essas modalidades são colocadas como equivalentes, mas a verdade é que elas não são.

Quando falamos da modalidade de ensino híbrido, por exemplo, colocamos esse modelo como sendo a combinação do ensino presencial e o remoto. Não seria correto dizer, neste caso, que o ensino híbrido combina o presencial com o ensino a distância. Quer entender por quê?

Então continue lendo esse artigo para descobrir a diferença entre aula remota e educação a distância e nunca mais confundir uma com a outra!

Aula remota durante a pandemia
Aula remota: o que é?
Educação a Distância: como funciona e características
Mas afinal, qual é a diferença entre aulas remotas e educação a distância?
Metodologia
Material didático
Avaliações
Dinâmica das Aulas
Interação aluno e professor

Aula remota durante a pandemia

Na pandemia do Coronavírus, várias instituições de ensino adotaram o modelo de aulas remotas a fim de dar continuidade às suas atividades durante o período de isolamento social recomendado pelas organizações de saúde.

Diante desse cenário, o MEC - Ministério da Educação e Cultura, autorizou em caráter excepcional, a adoção do ensino remoto em substituição ao presencial.

Por causa disso, o ensino remoto foi regularizado (ainda que provisoriamente) e adotado amplamente pelas instituições de ensino. No entanto, as aulas remotas por si só (fora do contexto de pandemia ou do ensino híbrido), não constituem uma modalidade de ensino, como você verá adiante.

Assim, é importante ter em mente desde já que a autorização das aulas remotas em substituição às presenciais, não configura ensino a distância, tampouco é reconhecida como uma modalidade de ensino.

Entenda agora o que é uma aula remota e quais são suas características.

Aula remota: o que é?

A palavra “remota” significa “distante no espaço”. Logo, como o nome sugere, uma aula remota é aquela que acontece com professores e alunos distantes no espaço, isto é, em ambientes diferentes (escola e casa, na maioria das vezes).

Devido a essa distância, o ensino remoto é mediado por tecnologias da informação e comunicação - TICs. Todavia, embora seja realizada em um ambiente online, a aula remota é orientada pelos princípios da educação presencial.

Isso quer dizer que, diferente do que acontece no EaD, sobre a qual falaremos daqui a pouco, as aulas remotas ocorrem de forma virtual no mesmo horário em que professores e alunos estariam presentes na instituição de ensino e com a mesma metodologia.

Em resumo, a aula remota consiste em pegar o que seria feito presencialmente em sala de aula e transferir para o universo online.

Vale destacar que na educação remota, as aulas podem ser gravadas, mas normalmente ocorrem ao vivo, via plataformas de videochamadas.

O principal a se lembrar é que, devido a sua natureza, a aula remota acontece ou é disponibilizada nos dias e horários em que aconteceriam as aulas presenciais.

Outra característica da aula remota é que o material utilizado como apoio é elaborado pelo professor pensando naqueles alunos específicos daquela turma (ou no aluno individualmente, no caso de aulas particulares). O mesmo acontece com as provas e avaliações.

Ainda, no que diz respeito à interação entre alunos e professores, nas aulas remotas ela é constante e instantâneo: o aluno pode tirar suas dúvidas durante as aulas (quando ao vivo) ou por outros meios de comunicação.

Agora que você sabe o que é uma aula remota, entenda como funciona a educação a distância e conheça suas características para entender a diferença entre as duas.

Aula remota e educação a distância: conheça as diferenças.
Aula remota e educação a distância: conheça as diferenças.

Educação a Distância: como funciona e características

Diferente da aula remota, que foi regulamentada no período da pandemia, mas que não é reconhecida como uma modalidade de ensino, a educação a distância é consolidada pelo MEC como uma modalidade educacional.

Segundo o MEC, no EaD a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.

Veja, ao contrário do que acontece na aula remota em que professor e alunos ocupam espaços diferentes, no EaD a interação também pode ocorrer em tempo diverso.

Além disso, as aulas na educação a distância são feitas de forma a serem aproveitadas por mais turmas, em mais períodos de tempo. Ou seja, a estrutura, roteiro e gravação das aulas não se destina unicamente a uma determinada turma, mas a um curso que contará com diferentes turmas assistindo às mesmas aulas.

Em razão disso, o conteúdo das aulas deve ser bem estruturado para não ficar desatualizado rapidamente.

Outro aspecto do EaD é que ele se baseia na autoinstrução com o apoio pedagógico. Quer dizer, o aluno assiste às aulas quando e onde quiser, busca informações de forma autônoma e conta com tutores-professores disponíveis para tirar eventuais dúvidas.

Quanto ao formato das aulas, a maior parte delas são gravadas e disponibilizadas para o aluno assistir nos dias e horários em que preferir.

Em alguns casos, o curso conta somente com aulas gravadas, mas também é possível encontrar cursos que realizam conferências ao vivo para promover interação entre alunos e professores.

Já no que se refere à interação, no EaD o aluno não fala diretamente com o professor, mas conta com tutores para os quais pode mandar e-mail ou mensagens para tirar dúvidas.

Por fim, os materiais são padronizados e produzidos em larga escala e as avaliações padronizadas e corrigidas também em larga escala, contando com pouca (ou nenhuma) personalização.

Até aqui você já deve ter compreendido a diferença entre aulas remotas e educação a distância. Mas se você ainda não entendeu, o próximo tópico vai esclarecer bem essa diferença para você. Continue lendo!

Mas afinal, qual é a diferença entre aulas remotas e educação a distância?

Como você já deve ter percebido, há muita diferença entre aula remota e EaD. Para deixar essa explicação mais didática, vamos analisar as diferenças por tópico. Vamos lá?

Metodologia

Tanto a aula remota quanto o EaD acontecem por intermédio da internet. No entanto, o EaD possui uma metodologia própria, enquanto a aula remota replica o modelo de ensino presencial no ambiente virtual.

Logo, sendo o EaD uma modalidade de ensino consolidada, possui metodologia específica, com concepção didático-pedagógica. O mesmo não existe para a aula remota, na qual o professor adota as metodologias de sua preferência, tal como faria na aula presencial.

Material didático

Como as aulas remotas replicam o que aconteceria na aula presencial, o material utilizado tende a ser personalizado para a turma ou aluno, desenvolvido dentro do contexto específico das interações entre o professor e eles.

No EaD, como a aula não é preparada especificamente para aquele aluno ou turma, o material normalmente é genérico, sendo aproveitado enquanto não ficar desatualizado por turmas e alunos diferentes.

Assim, pode-se dizer que na aula remota o material é personalizado e específico, enquanto no EaD ele é genérico.

Avaliações

Do mesmo modo que ocorre com o material didático, as avaliações no formato de ensino remoto tendem a ser mais personalizadas e corrigidas pelo próprio professor que as desenvolveu e aplicou.

Já no ensino a distância, as provas são desenvolvidas, aplicadas e corrigidas em larga escala, muitas vezes com o auxílio de tecnologia.

Dinâmica das Aulas

Outra diferença entre aula remota e educação a distância é a dinâmica das aulas. No modelo remoto, as aulas podem ser ao vivo ou gravadas, mas sempre nos mesmos dias e horários que seriam as aulas presenciais.

Isso para que os alunos possam interagir instantaneamente com o professor durante esses encontros.

No EaD, por sua vez, as aulas normalmente são gravadas e disponibilizadas para que o aluno assista nos dias de sua preferência.

Quanto à interação com o professor, essa não acontece instantaneamente. Se o aluno tem dúvidas, ele entra em contato com os tutores do curso, via e-mail ou outro canal de forma assíncrona.

Interação aluno e professor

Por último, mas não menos relevante, outra diferença entre aulas remotas e o EaD é como ocorre a interação entre aluno e professor.

Na educação a distância, desenvolvida com base na autoinstrução, o apoio pedagógico se dá via tutores-professores. Após assistir a aula, o aluno que tem dúvida entra em contato com o tutor via chat, e-mail ou outro canal. Ou seja, essa interação não é instantânea.

Já na aula remota, o aluno interage instantaneamente com o professor, tirando suas dúvidas durante ou ao final da aula, de forma imediata. Tal como aconteceria no presencial e com o mesmo conteúdo.

A fim de facilitar a visualização das diferenças entre aula remota e educação a distância, fizemos um quadro comparativo. Confira:

Quadro comparativo: diferenças entre aula remota e educação a distância.
Quadro comparativo: diferenças entre aula remota e educação a distância.

Em resumo, a principal diferença é que a aula remota possui muito mais personalização e individualidade do que o EaD, sendo que esta é uma modalidade de ensino com metodologia própria, enquanto aquela adapta o modelo presencial para o ambiente virtual.

Se esse conteúdo ajudou você a entender a diferença entre aula remota e educação a distância, conta para a gente aqui nos comentários. Aproveite para se inscrever na nossa Newsletter e receber conteúdos diretamente no seu e-mail!

Fique por dentro das novidades!

Assine nossa newsletter e receba novos
conteúdos do Blog no seu e-mail.