Sala de aula invertida: exemplos de abordagens para aulas de inglês

Aprenda como funciona uma aula de inglês no modelo flipped classroom com exemplos práticos que você já pode aplicar nas suas aulas hoje mesmo!

Sala de aula invertida: exemplos de abordagens para aulas de inglês

O modelo de sala de aula invertida tem ganhado muita popularidade entre os educadores em todo o mundo, tanto pela nova abordagem que traz às formas tradicionais de aprendizagem, quanto pelos inúmeros benefícios associados a ela.

No entanto, embora o conceito de sala de aula invertida possa parecer simples à primeira vista, na verdade existem muitas variações que os professores podem adaptar para atender aos objetivos de aprendizagem de cada uma de suas turmas ou alunos.

Sendo assim, vamos mostrar neste artigo algumas possibilidades e formas de utilizar este modelo de aprendizagem.

Quer conhecer alguns exemplos práticos da sala de aula invertida? Então vem com a gente!

Sala de aula invertida no modelo básico
Sala de aula invertida focada no debate
Sala de aula invertida focada na discussão
Sala de aula virtual invertida
Sala de aula invertida dupla
Sala de aula invertida falsa

Sala de aula invertida no modelo básico

O modelo básico consiste simplesmente em inverter a ordem mais tradicional de uma aula.

O modelo de aula tradicional normalmente aborda um tema que o aluno nunca teve contato, o ensina em sala de aula e, depois, o aluno faz um aprofundamento por meio de exercícios e tarefas de casa.

No modelo básico de sala de aula invertida o professor já fornece todo o material de base e o aluno o estuda previamente, chegando à sala de aula já com conhecimento prévio sobre o assunto.

Entre outros benefícios, a sala de aula invertida permite, por exemplo, que os professores gastem menos tempo explicando o conhecimento básico e mais tempo usando seus conhecimentos para aprofundar os tópicos e explorar mais os conceitos com os alunos, aumentando o nível de profundidade do conhecimento deste em relação ao tema estudado.

Essa nova abordagem é popular entre professores e alunos, pois abre o tempo da aula para uma variedade de atividades em grupo, nas quais os alunos podem ter um papel mais ativo em seu aprendizado, tornando-o ainda mais significativo.

A metodologia ativa também traz grandes benefícios para os alunos e a sala de aula invertida é uma boa maneira de praticar esta metodologia.

No ensino de inglês, uma boa estratégia de sala de aula invertida básica é passar para o aluno exercícios sobre o tema da aula para que ele já possa ir praticando em casa, se familiarizando com o novo conteúdo e, sobretudo, indicando a você os pontos de maior dificuldade.

Desta forma, você consegue durante a aula corrigir os exercícios, identificar os pontos em que o aluno apresentou maior dificuldade e focar nele durante a aula, sem perder tempo com o que ele já conseguiu entender sozinho.

Este exemplo de sala de aula invertida ainda não esclareceu acerca da metodologia? Não se preocupe! Vamos dar outros exemplos a seguir. Continue lendo!

Sala de aula invertida focada no debate

Uma sala de aula invertida com foco no debate funciona da seguinte forma: os alunos recebem as informações iniciais em casa, depois assistem à aula e se envolvem em um debate, ou uma série de debates, com seus colegas.

Vários estudos descobriram que o ato de debater pode aumentar o envolvimento dos alunos, ao mesmo tempo em que melhora os resultados da aprendizagem. Os debates também podem fortalecer a compreensão, revelando algumas das complexidades e diferentes pontos de vista que existem dentro de um tópico.

Além disso, os debates ajudam a reforçar as informações aprendidas em casa, resultando em retenção superior do conhecimento.

Também, essa troca de experiências entre os alunos ajuda no desenvolvimento de outras habilidades, como por exemplo o relacionamento interpessoal, a empatia, raciocínio crítico e capacidade argumentativa – skill muito importantes para o futuro desses alunos!

Para aplicar esse modelo de sala de aula invertida, é necessário avisar os alunos com antecedência sobre a dinâmica, explicar como vai funcionar o debate (que lado ele vai defender, por exemplo), se será dividido em grupos ou individual, e por aí vai.

A organização do tempo é muito importante para que sua aula funcione bem e todos os alunos tenham tempo de expressar suas habilidades linguísticas no novo idioma de forma tranquila, defendendo suas ideias em inglês.

Instrua seus alunos a praticarem suas falas em casa, isso fará com que eles se sintam mais seguros em se expor durante a aula.

Sala de aula invertida focada na discussão

Em uma sala de aula invertida focada na discussão, os alunos adquirem informações sobre um tópico em casa, que pode se dar por meio de conteúdo de um vídeo educacional, por exemplo.

A partir daí, na sala de aula e se envolvem em uma discussão muito mais aprofundada sobre o tema, revelando algumas nuances, ampliando sua compreensão e aprendendo sobre diferentes perspectivas.

No entanto, isso ocorre em um ambiente mais descontraído do que você poderia esperar de um debate formal, como no exemplo de sala invertida acima.

Essa abordagem específica pode ser especialmente valiosa para áreas de estudo em que o contexto desempenha um papel crucial e onde as perguntas podem não ter uma resposta simples ou correta, com exemplos que incluem História, Geografia, Política e Arte.

Traga esses temas para suas aulas de inglês e agregue mais valor ainda ao conhecimento dos seus alunos!

Esse exemplo de sala de aula invertida é muito útil para a prática de conversação, para o desenvolvimento da habilidade de speaking. Use e abuse deste método e veja seus alunos destravando o speaking!

Sala de aula virtual invertida

Como o nome sugere, a sala de aula virtual invertida segue a abordagem básica da sala de aula invertida, com os alunos obtendo informações de recursos on-line primeiro, mas a principal diferença é que as lições a seguir também são realizadas on-line em um ambiente virtual.

No caso do modelo de ensino on-line, a sala de aula é, necessariamente, virtual e isso não deve ser motivo para restringir o professor de aplicar a sala de aula invertida – muito pelo contrário! É até um facilitador, afinal, seus alunos tendem a ser mais independentes no modelo on-line do que no presencial.

Dependendo da situação, isso também pode ser combinado com aulas presenciais ou sessões individuais. Estes podem ser realizados regularmente ou em intervalos acordados para permitir que os professores verifiquem o progresso mais de perto.

Sala de aula invertida dupla

Finalmente, um dos exemplos mais exclusivos de sala de aula invertida vem na forma do modelo do professor invertido ou sala de aula invertida dupla.

Aqui, os alunos são solicitados a criar materiais de aprendizagem, como um vídeo, a fim de demonstrar sua compreensão do tópico.

Assim como a sala de aula invertida baseada em debate e discussão, essa abordagem ajuda a reforçar o que os alunos aprenderam.

Ao invés de somente aprenderem de forma passiva, os alunos já são desafiados a ensinar o assunto abordado, sendo que o professor vai estar presente no momento desta apresentação do conteúdo, para poder analisar e direcionar o aprendizado dos alunos.

Essa abordagem também traz benefícios complementares, como ajudar a desenvolver habilidades tecnológicas e permitir que os alunos ganhem experiência na instrução acadêmica, o que pode ser valioso para aqueles que desejam seguir carreiras acadêmicas.

Sala de aula invertida falsa

Muitas das críticas aos cursos no estilo sala de aula invertida concentram-se na ideia da exclusão digital e no que acontece quando os alunos não têm acesso confiável, frequente e disponível em suas casas, ao material disponibilizado.

A sala de aula invertida em sala de aula, ou sala de aula invertida falsa, visa resolver isso. A abordagem básica ainda é a mesma, com informações on-line seguidas de uma aula mais prática, mas o aprendizado inicial é feito nos computadores da escola, normalmente sob algum tipo de supervisão.

Também há flexibilidade aqui, pois os professores podem mostrar o material de aprendizagem para toda a classe ou fornecer um período de tempo no início da aula para que todos os alunos adquiram as informações independentemente.

Alternativamente, os alunos podem ser solicitados a usar computadores na escola, mas ainda fazer o trabalho inicial em seu próprio tempo.

Certamente o modelo de sala de aula invertida pode trazer muitos benefícios aos envolvidos, otimizando o tempo de sala de aula e garantindo uma melhor aprendizagem e absorção de conteúdos.

Esta é a forma mais moderna e fácil de incentivar uma metodologia ativa de aprendizado, fazendo com que os alunos aprendam a buscar o conhecimento por si próprios e quebrar a dependência que muitos alunos tradicionais criam em relação ao professor.

É difícil entender a sala de aula invertida sem olhar para exemplos de sua aplicação. Esperamos que este artigo tenha ajudado a esclarecer sobre a metodologia e que você saia desta leitura preparado para aplicar essa metodologia nas suas aulas de inglês.

Fique por dentro das novidades!

Assine nossa newsletter e receba novos conteúdos do Blog no seu e-mail.